Lagos Off-Road – Ushuaia

1° Dia – Lagos 4×4
Em nosso primeiro dia em Ushuaia começamos fazendo um dos passeios mais típicos da cidade, os Lagos Fagnano e Escondido. Mas, como estávamos fugindo das opções tradicionais, fizemos a bordo de um Land Rover 4×4, conduzido por um guia muito simpático e ousado, como descobriríamos mais tarde.

A grande diferença entre essa opção de excursão e a mesma oferecida tradicionalmente em ônibus turísticos e vans são as estradas alternativas a que temos acesso e alguns caminhos dentro de propriedades privadas. E também, algumas surpresas que somente à bordo de um 4×4 poderíamos desfrutar.

4x4

4×4

A viagem começa ao atravessarmos único acesso à cidade por terra, ingressando na famosa Ruta Nacional 3, que corta o país (comentarei mais sobre essa estrada mais abaixo). Passados alguns minutos, deixamos a estrada de lado, e ingressamos no caminho onde apenas jipes 4×4 conseguem transitar. Conhecida como Paso Garibaldi, essa pequena estradinha de pedras e muitos buracos é o que restou da primeira ligação por terra de Ushuaia com o resto do continente argentino. Com poucos minutos de descida, avistamos o Lago Escondido, ao pé da Cordilheira Fueguina, uma extensão da Cordilheira dos Andes. Com águas límpidas e bem geladas, é possível fazer algumas atividades no parque que fica às margens, bem próximo de uma antiga estalagem toda de madeira mas desativada atualmente.

4x4 Off-Road

4×4 Off-Road

Seguimos na estrada que corta o parque voltando à Rota Nacional 3. Mais alguns quilômetros à frente e deixamos novamente a estrada para mais um caminho alternativo. Dessa vez ingressamos em terreno particular onde é possível observar os estragos dos castores. Nos deparamos com um vale inteiramente devastado, árvores derrubadas por toda parte e as poucas ainda de pé sem uma única folha em seus galhos. Os castores foram introduzidos em Ushuaia com o intuito de desenvolver a indústria de pele. Porém, os castores provenientes do Canadá adaptaram-se perfeitamente ao clima fueguino e proliferaram-se sem controle por falta de predadores naturais. Para completar a pele desenvolvida pelos animais não tinha a mesma qualidade dos 25 primeiros introduzidos na floresta. O frio de Ushuaia é muito mais brando que o do norte canadense e portanto os mais de 100 mil castores que vivem hoje na região servem apenas para “afogar” a mata construindo seus diques subterrâneos, permitindo o fluxo de água e consequente inundação das terras. A visão é desoladora.

Lago Escondido e Castoreiras

Lago Escondido e Castoreiras

A estrada, agora de terra, continua no meio da floresta, com muitos buracos, subidas e descidas e imensas poças de lama e água. Com um pouco de habilidade e ousadia do nosso guia-motorista, a viagem acaba nos provocando um pouco de emoção quando ele deixa o jipe suspenso em apenas 3 rodas em meio a uma cratera gigantesca em nosso caminho e também, principalmente, quando entra com tudo nas gigantescas poças de lama. As algumas gargalhadas e sustos, a viagem continua até seu clímax. Avistamos o Lago Fagnano, maior que o anterior e igualmente belo, da estrada que parecia terminar, mas na verdade era o início de uma íngreme descida que só terminaria às margens do lago. Para nossa surpresa, nosso guia-motorista pisa no acelerador, alguns gritos são dados e entramos com tudo dentro da água! Sim, só paramos quando estamos uns 7m dentro do lago. A intenção é lavar o carro, mas também dar um sustinho nos passageiros. Quando imaginávamos que enfim pararíamos para uma sessão de fotos, somos surpreendidos ao subirmos uma ladeira que termina numa pedra e descemos o mesmo caminho à marcha ré, e atingimos novamente o lago.

Para Lavar o Carro

Para Lavar o Carro

Depois do momento adrenalina, enfim estacionamos o carro para fazer algumas fotos e tomar um chá com alfajores (sempre eles!) às margen do lago. Passados alguns minutos, seguimos às margens do lago andando ora sob pedras ora dentro d’água até encontrarmos a continuação da estradinha original. Com mais alguns quilômetros, voltamos à Rota Nacional 3 novamente e seguimos em direção a um modesto restaurante para nosso almoço, obviamente o Cordeiro Fueguino, já incluído no pacote, mas sem as bebidas, e que vale muito à pena.

Almoço com Cordeiro Fueguino

Almoço com Cordeiro Fueguino

Quem Oferece: Diversas agências na cidade de Ushuaia
Valor: AR 320
Duração: 1/2 Dia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s